O voto Distritão em 2018 modificaria o quadro para deputado estadual no RN e 5 dos atuais estariam de fora da AL

O voto Distritão em 2018 modificaria o quadro para deputado estadual no RN e 5 dos atuais estariam de fora da AL
O voto Distritão em 2018 modificaria o quadro para deputado estadual no RN e 5 dos atuais estariam de fora da AL

Se nas eleições de 2018, tivesse sido implantado o voto Distritão para os cargos proporcionais, que hoje a Câmara Federal tenta aprovar para o pleito de 2022, os candidatos mais votados serão eleitos, o resultado para o cargo de deputado estadual no RN, teria modificado cinco cadeiras na Assembleia Legislativa do RN, conforme dados abaixo:

Francisco do PT               – 23.448 votos

Eudiane Macedo – PTC    – 22.333 votos

Allyson Bezerra – SD      – 20.228 votos

Ubaldo Fernandes – PTC – 20.148 votos

Sandro Pimentel – PSOL   – 19.158 votos

Os eleitos seriam:

Adjunto Dias Neto – MDB    – 28.697 votos

Jacó Jácome – PSD             – 26.864 votos

Terezinha Maia – PR            – 26.849 votos (na foto)

Larissa Rosado – PSDB       – 25.909 votos

Jorge do Rosário – PR          – 23.512 votos

Jacó Jácome assumiu o cargo em função da perda do mandato de Sandro Pimentel.

Sub-tenente Aliabe do SD, com 16.172 votos assumiu o cargo no lugar de Allyson Bezerra que se elegeu prefeito de Mossoró (RN).

Com o voto Distritão quem assumiria a vaga de Allyson Bezerra, seria Ivan Júnior do PSD, que obteve 23.264 votos.

Compartilhe esta postagem:

Publicidade