Final de semana sem mortes por arma de fogo em Mossoró

Final de semana sem mortes por arma de fogo em Mossoró
Final de semana sem mortes por arma de fogo em Mossoró

Foto: O Câmera

A presença da PM nas ruas, com apoio do helicoptero da Secretaria Estadual de Segurança e Defesa Social, proporciou uma sexta-feira e sábado sem registros de homicidios ou tentativas em Mossoró.

O comandante do 12 Batalhão de Policia Militar, major PM Correia Lima, relata casos que assaltantes foram cercados e presos no bairro Santo Antônio, logo após tomarem moto de assalto.

Também relata várias apreensões de drogas e também de drogas, mesmo que em pequenas quantidades.

O trabalho foi realizado principalmente no bairro Santo Antônio, que vai ganhar uma base piloto de policia comunitária atraves de convênio assinado pela Prefeitura e Governo do estado, e o conjunto Nova Vida.

"Essas 14 armas que foram apreendidas durante a operação . Será que não evitaram roubos e homicídios?", pergunta o comandante Correia Lima, que, ao lado o tenente coronel Alvibá Gomes, do II BPM, estão a frente da operação.

"Para mim não há dúvidas que as operações saturação, tocha e força total diminuíram à incidência de crimes  contra à vida e patrimônio Público em Mossoró", diz o comandante Correia Lima.

Os comandos da PM em Mossoró elogiam a parceria com a Prefeitura no trabalho de combate ostensivo ao crime.

A atuação da PM e da Guarda Civil não se restringiu somente a área urbana, mas também a pequenos povoados nas imediações das áreas periférias de Mossoró.

Histórico

A onda de homicidios em Mossoró começou em 2006. No período de 1998 a 2005, a média de homicidio por ano em Mossoró era 30. Em 2006 já registrou 53, em 2007 foram 87 assassinatos, em 2008 aconteceram 118, em 2009 reduziu para 103, em 2010 subiu para 141, em 2011 chegou ao absurdo de registrar 194 assassinatos, em 2012 reduziu para 143 em 2013 já passamos de 120 e ainda faltam quatro meses para terminar o ano.

Compartilhe esta postagem:

Publicidade