Agentes de Endemias realizam trabalho educativo nas ruas do bairro Abolição 4

Agentes de Endemias realizam trabalho educativo nas ruas do bairro Abolição 4
Agentes de Endemias realizam trabalho educativo nas ruas do bairro Abolição 4

Agentes de Endemias da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Mossoró percorreram diversas ruas do bairro Abolição 4, na manhã desta terça-feira (24), para lembrar à população a importância de continuar mantendo os cuidados preventivos contra as arboviroses (Dengue, Zika e Chikungunya). Os agentes passaram de casa em casa para pedir à população que se engaje na luta da Prefeitura de Mossoró contra o Aedes aegypti, o mosquito transmissor das arboviroses.

A Secretaria de Saúde, Saudade Azevedo, também acompanhou os agentes de endemias nas ruas do Abolição 4. “Estamos mobilizando a população porta a porta, chamando as pessoas pelo carro de som, para que elas lutem com a gente no combate a um inimigo que sempre nos assustou, que é o Aedes aegypti.”, afirmou Saudade.

O coordenador das endemias, Adriano Gledson, explicou que essa ação é necessária para tentar diminuir o número de notificações das arboviroses no bairro. “Nessa região está crescendo o número de arboviroses e precisamos combater. A gente pede à população mossoroense que faça sua parte. Ainda estamos tendo chuvas e peço a todos que verifiquem se não deixaram reservatórios descobertos ou outros recipientes com água acumulada.”, disse Adriano.

Francisca Lidiane, mora no bairro Pousada das Thermas, e está engajada na luta contra as arboviroses. “Eu acho uma ótima iniciativa porque as pessoas tem de se alertar, acordar, para evitar tudo isso que está acontecendo. Precisamos ser ajudar. Há quatro anos eu tive essas doenças, tenho filhos, uma mãe idosa e por isso eu redobrei os cuidados em casa.”, afirmou Francisca.

Maria Gomes, do Abolição 4, destacou que essa ação do município é muito importante. “Acho muito importante o trabalho que vocês estão fazendo porque nesse momento todo mundo está só focado no coronavírus e esquecendo que existe outras epidemias como a dengue. Todo mundo tem que andar de mãos dadas, todo mundo trabalhando junto, não só contra coronavírus mas também contra as arboviroses, porque não adianta eu fazer e meu vizinho não.”, afirmou a dona de casa Maria.

Compartilhe esta postagem:

Publicidade